domingo, 5 de fevereiro de 2017

Caixa Alternativa


Caixa Alternativa
- Ideia para aproveitar caixas de TV antigas.
O trançado de FioPet e FitaPet pode ser feito em qualquer lado da caixa.
Espaçamento dos buracos de 2 cm, marcados com lápis e furados com broca de 5 mm.
Este protótipo pretende-se usar como vaso de plantas.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

TijoloPet 2.1


TijoloPet versão 2.1
- Ideia de tijolo alternativo de baixa densidade.
1- A  partir de duas bases de garrafas PET cheias de isopor picotado, colocar uma encaixada na outra;
2- com o soprador térmico (ou uma chama qualquer) retrair todo o PET da camada externa sobre a interna;
3- TijoloPet 2.1 de baixa densidade que flutua na água. Módulos prontos para uso em enchimentos de paredes, aterros, boia etc.

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

PetNó 12.1


PetNó versão 12.1
- Ideia para união de TriangulosPet 100% PET.
Cava no vértice do triângulo feita com disco circular de 2,5 mm de espessura.
O PinoPet pode ser transformado em RebitePet 1.1.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

RebitePet 1.1


RebitePet versão 1.1
- Ideia alternativa para unir peças usando PET, por meio de uma rebitadeira.
Necessário acesso a ambos lados das peças.
1- Pedaço de PET retangular adequado às peças a unir;
2- enrolar o PET formando um canudo;
3- inserir nos orifícios das peças a unir;
4- inserir no canudo um pino metálico com cabeça, um prego por exemplo. Pode aumentar a área da cabeça do pino metálico usando arruelas;
5-6-7- exemplos de peças unidas com o RebitePet 1.1.

domingo, 22 de janeiro de 2017

RebitePet 2.0


RebitePet versão 2.0
- ideia de rebite feito com PET para utilização com a rebitadeira.
1- Enrolar o PET, amolecer, moldar e furar a cabeça do rebite. O parafuso pode ter cabeça reta para aumentar o apoio na aplicação;
2- RebitePet 2.0 pronto para uso;
3- RebitePet 2.0 na rebitadeira;
4- teste para união de duas arruelas;
5- detalhe após aperto;
6- rachadura por excesso de aperto;
7- RebitePet 2.0 aplicado e pino metálico auxiliar retirado.

sábado, 21 de janeiro de 2017

PetNó 13


PetNó versão 13
- Ideia para unir os vértices dos TriângulosPet ou de BarrasPet.
1- Os seis parafusos (rosca soberba e base da cabeça lisa) mantém a base da garrafa PET  unida às BarrasPet;
2-3- detalhes do PetNó 13 em ambos os lados.
Versão 14 já no forno!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

TreliçasPet 13, 14 e 15


TreliçaPet versão 13 - Ideia que substitui a madeira da versão 12 pela VaraPet.

TreliçaPet versão 14 - Os espaçamentos na VaraPet superior são 2,5 cm maiores que na VaraPet inferior, resultando no arqueamento da treliça.

TreliçaPet versão 15 - Os parafusos ficam na mesma direção das barras, formando um só plano.

domingo, 1 de janeiro de 2017

TreliçaPet 12


TreliçaPet versão 12
- Ideia de treliça que une madeira e PET.
Cada BarraPet é feita a partir de uma garrafa PET. 
A distância entre os nós é de 17 cm. 
Madeira de demolição. 
Suportou mais de 70 Kg.

sábado, 31 de dezembro de 2016

GanchoPet


GanchoPet
- Ideia para prender o FioPet de forma provisória.
1- Feito a partir de um anel extraído do gargalo da garrafa, cortado, aberto e dobrado com um alicate de bico fino;
2- detalhe da aplicação, a parte maior laça a BarraPet e a menor é laçada pelo FioPet;
3- cobertura do DomoPet feita com pano de sombrinha e sacolas plásticas, mantidos na posição por meio do FioPet e com o auxílio do GanchoPet.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

TapaPet


TapaPet - Ideia para tapar o espaço entre a porta e o piso, usando PET.
1- a partir de garrafas PET (com diâmetro de acordo com o espaço e com a largura da porta) dobrar ao meio e inserir entre a porta e o piso;
2- colocar quantas PET forem necessárias;
3- detalhe de uma PET já inserida na posição;
4- inserir canudos de PET nos dois lados, em toda a extensão da porta;
5-6-7 TapaPet aplicado, insetos impedidos de passar.

terça-feira, 1 de novembro de 2016

TijoloPet 2.0


TijoloPet versão 2.0
- Ideia de tijolo alternativo 100% PET.
1- A  partir de duas bases de garrafas PET, colocar uma encaixada na outra;
2- com o soprador térmico (ou uma chama qualquer) retrair todo o PET da camada externa sobre a interna;
3- se quiser reforçar o módulo pode-se acrescentar mais duas camadas de PET;
4- TijoloPet 2.0 reforçado;
5- módulos prontos para uso em enchimentos de paredes, aterros etc.

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

DomoPet 2.0


DomoPet versão 2.0
- ideia de estrutura com a versão 11 do PetNó.
Os pentágonos ficaram sem triângulos internos visando manter todas as barras do mesmo tamanho (20 cm).
Pretende-se usar esta estrutura como forma para a construção de casinhas para animais, em concreto celular (com isopor e/ou plástico triturados).

sábado, 17 de setembro de 2016

PetNó 12


PetNó versão 12
- Ideia para união de BarrasPet 100% PET.
1- União de 3 BarrasPet;
2- Detalhe dos PinosPet atravessando as barras e do cilindro feito com 3 camadas de PET (fundos de garrafas de detergente ou PET liso qualquer);
3-4- O conjunto apresenta  arqueamento adequado para estruturas curvas;
5- Desenho 3D no OpenSCAD, cujo código é:
// PetNó versão 12 
// União de Barras
$fn=30;
a=4; // largura da barra
t=8; // comprimento da barra
b=3; // número de barras no nó
c=360/b; // ângulo da ponta da barra
// Apresenta as Barras
for (i=[0:b-3], dist=13.8*i) {
    translate([dist,0,0]) haste();
    translate([dist,0,8]) rotate([0,60,0]) haste();
    translate([dist,0,8]) rotate([0,-60,0]) haste();
    translate([dist,0,0]) rotate([0,120,0]) haste();
    translate([dist,0,0]) rotate([0,-120,0]) haste();   
}
// Apresenta o Cilindro
translate([-6,-0.3,t-2]) rotate([0,90,90]) cilindro();
// Apresenta o Pino
translate([-3,-a/2,t-2]) pino();
module haste () {
difference () {
 cylinder(d=a,h=t);
// Recorta as diagonais
translate([0,-a/2,t]) rotate([0,(180-c)/2,0]) cube(a);
translate([0,-a/2,t]) rotate([0,-(180-c/2),0]) cube(a);
translate([0,-a/2,0]) rotate([0,-(180-((180-c)/2)),0]) cube(a); 
translate([0,-a/2,0]) rotate([0,c/2,0]) cube(a);
// Furos nas pontas
translate([0,-a,a*0.05+t*0.1]) rotate([0,90,90]) cylinder(r=a*0.05,h=t);
translate([0,-a,-a*0.05+t*0.9]) rotate([0,90,90]) cylinder(r=a*0.05,h=t);
// Cava inferior
translate([0,-0.3,t*0.08]) rotate([0,90,90]) cylinder(r=a/2,h=a*0.15);
// Cava superior
translate([0,-0.3,t*0.92]) rotate([0,90,90]) cylinder(r=a/2,h=a*0.15);
}}
module cilindro () {
difference () { 
 cylinder(d=a,h=a*0.14); // Cilindro interno
 for (i=[1:b], angulo=c*i) { 
     x = a*0.23*cos(angulo); //projeção sobre x
     y = a*0.23*sin(angulo); //projeção sobre y
     translate([x,y,-0.06]) cylinder(d=a*0.1,h=a*0.18); // furos no cilindro
 }}}
module pino () {
// Pino de união
 rotate([0,90,90]) cylinder(r=a*0.049,h=a);

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

TreliçaPet 11


TreliçaPet versão 11
- Aplicação do PetNó 11
- BarrasPet com 20 cm de comprimento.
- A falta de rigidez lateral possibilita o arqueamento da treliça, formando uma circunferência se necessário.




quinta-feira, 1 de setembro de 2016

terça-feira, 30 de agosto de 2016

PetNó 11

PetNó versão 11
- Ideia para união de várias BarrasPet em um ponto.
Um simples parafuso de rosca soberba para madeira, de tamanho e espessura adequados à quantidade de barras que se deseja unir.

sábado, 30 de julho de 2016

PetArmado


PetArmado
- Ideia de utilização do PET como armação para o concreto.
1- parte da calçada sem cobertura de cimento;
2- compactação do solo;
3- solo compactado e pronto para receber o concreto;
4- grade feita com BarrasPet unidas com FioPet;
5- detalhe da grade;
6- o Bandit veio conferir a obra;
7- detalhe da grade ainda aparente;
8- piso concluído e pronto para verificar a viabilidade da ideia.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

ReparoPet


ReparoPet
- Ideia de utilização de PET para reparar a base da caixa de correio.
1- A ferrugem corroeu a base do cano;
2- Uso de BarrasPet no interior do cano de ferro;
3-4-  Inserção do cano nas barraspet; 
5- Retração de PET na parte externa do cano (inserir os cilindros de PET no cano antes de introduzir nas barraspet);
6- Caixa de correio reparada.

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Glicerina (glicerol) e Água



Glicerina (glicerol) e Água.

Teste da dissolução da glicerina em água, da densidade e da capacidade de oxidação.

Percebe-se que acima de 40% de glicerina na água a oxidação é bem reduzida, que uma pequena concentração de glicerina eleva a densidade da solução e que a glicerina é miscível com a água, mistura homogênea.

A ideia é usar em radiador de motor a combustão, ainda que o ponto de fusão (congelamento) seja superior ao monoetilenoglicol, devido ao baixo custo e não toxidade da glicerina.



Continuação do teste da dissolução da glicerina em água, da densidade e da capacidade de oxidação.

Passados mais dias, houve evaporação da água e contaminação por formigas, pois a glicerina é doce e viscosa.

Na amostra com 60% de glicerina ainda não se percebeu oxidação.